sexta-feira, 13 de julho de 2012

"Homem sem chifres não passa de um animal indefeso."



Por Marcos Niemeyer
Acompanhe-nos também no Facebook. Clique aqui:


>> O namoro ou o casamento não andam muito bem? Cuidado! A principal suspeita, conforme Cyber Megabytes - nossa confidente para assuntos íntimos - é que a cara metade esteja envolvida numa aventura extraconjugal.

Fazer uma revista nos pertences da parte suspeita nem sempre é o melhor caminho. Os traidores costumam ser também egoístas e morrem de medo que alguém tenha acesso aos seus objetos.

- Favor não mexer na minha bolsa, no meu celular ou em qualquer coisa que não seja sua. Avisou JNR, 28, vivendo a pouco mais de um ano com TGB, um modesto trabalhador do comércio.

- Mas meu amor, quando decidimos morar juntos prometestes que seria só minha. Eu te amo demais. Algo, porém, me diz que você anda fazendo algo errado por aí.

- Vai-te pra puta que pariu. Você e o nada significam a mesma coisa. Eu gosto é de homem, macho com letra maiúscula, bem dotado, que faça-me ter orgasmos  duplex, triplex, quadruplex, etc e tal.

O cabra botou a mão na cabeça e sentiu a ponta do chifre espetar-lhe a consciência. Tinha sido avisado pela cigana na porta do Mercado Modelo, em Salvador, que algo pontiagudo estaria a rondar-lhe night and day.

"Quando alguém comprometido arruma uma segunda pessoa existe um conflito interno e o sentimento de culpa acaba aparecendo, sendo assim, mudanças de comportamento e mesmo na personalidade são os primeiros sinais de que uma relação não está harmoniosa e que a possibilidade de logo haver uma traição é muito grande", explica a psicóloga Olga Inês Tessari.

Ninguém está livre de uma traição a qualquer momento. Aquela esposa com carinha de fiel, por exemplo, pode esconder por trás de seu insuspeitável semblante a figura de uma fêmea que não contenta-se apenas com o maridão obediente e ordeiro.

As cantadas acontecem como que num passe de mágica. No trabalho, na rua, na internet, na igreja e em centenas de outros lugares. Quem sabe um dia a ciência invente um antídoto para evitar a traição?

Enquanto isso não acontece, leva-se a vida tentando acreditar que a cara metade seja a última das suspeitas. Ou então que o fato consumado seja admitido e aceito sem maiores broncas.

Como, por exemplo, escreveu em sua página do Facebook o tecladista do RPM, Luiz Schiavon, acrescentando tratar-se da série pérolas ouvidas no boteco: "Um homem sem chifres não passa de um animal indefeso."