segunda-feira, 9 de julho de 2012

"Mostre quem são e o quanto os idiotas da mídia dão moral pra esses merdas"


Por Marcos Niemeyer
mniemeyer50@hotmail.com
acompanhe-nos também no Facebook. Clique aqui:

Um texto postado pelo cantor Kiko Zambianchi (foto) na internet vem causando polêmica e dividindo opiniões. O compositor, de 51 anos, fez severas críticas aos meios de comunicação e ao modismo musical de péssima qualidade que tomou conta do país nesses últimos anos.

“O Brasil tá uma bosta cultural e estamos exportando vagabundas e músicas horrorosas. A prostituição e a baixaria, divulgadas por todas as mídias, estão criando um bando de crianças depravadas. Ninguém faz nada… eu cansei…”, dispara.

Zambianchi se refere à onda das periguetchys e do “sertanejo universitário”, onipresentes na mídia nacional, além da alta popularidade. Em um certo momento da escrita, Kiko manda os breganejos "tomar no c..."

Revoltado com tanta esculhambação sonora, o artista recomenda pelo Facebook e no Twitter: “Mostre pra todo mundo quem são e o quanto esses idiotas da mídia dão moral pra essas merdas”.

Kiko Zambianchi tornou-se conhecido na história do rock brasileiro a partir de meados da década de 1980, ao lançar "Choque", seu primeiro álbum “Choque”. Gravou vários discos e fez parcerias com artistas consagrados a exemplo de Capital Inicial, Lulu Santos, Marina Lima e Erasmo Carlos. Nos últimos anos, porém, o artista não conseguiu emplacar grandes sucessos.

É possível que após o desabafo, justo e merecido, o artista jamais volte a ter espaço na mídia coronelista e contrária aos bons costumes musicais.
----

Esmola

A página Show do Rádio no Facebook, criada pelo jornalista Paulo Francisco, divulgou na tarde deste domingo (8) que uma grande emissora de rádio carioca ofereceu salário de 800 reais ao locutor Arildes Cardoso para apresentar os noticiários da emissora no turno matutino.

Nome respeitável no jornalismo radiofônico brasileiro, Arildes disse um sonoro "Não, obrigado. Não estou passando fome."

O episódio é apenas mais um entre tantos que denigrem e humilham a imagem de grandes profissionais da comunicação. Muitos, aliás, sem ter outro tipo de atividade que lhes garanta o sustento, precisam ficar implorando na porta das emissoras à espera de uma esmola.
----

Publicidade


Além das melhores tarifas, a GOL oferece dicas simples de como economizar ainda mais para sua passagem. Confira no site da empresa.