quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Google eleva nossa pontuação no Pagerank


Por Marcos Niemeyer
mniemeyer50@hotmail.com
Acompanhe-nos no Facebook. Clique aqui:

>> Editado há cerca de quatro anos por este aprendiz de escrevinhador, o blog Cacarejada Virtual acaba de obter a nota 3 no PageRank, sistema usado pelo motor de busca Google para determinar a relevância de uma página na web. A escala do sistema vai de zero a dez. A pontuação por nós obtida é considerada importante por especialistas no assunto.

Para se ter uma ideia, sites de grandes empresas, ou até mesmo blogs muito conhecidos, costumam atingir pontuação 7/8. Dificilmente conseguem a nota máxima. Com milhares de acessos diários em diferentes pontos do Brasil e do mundo, o Cacarejada Virtual não se prende a um assunto específico.

Falamos sobre situações diversas - música, cultura, fatos cotidianos, críticas e entrevistas interessantes. A irreverência e a linguagem de fácil assimilação dos temas abordados são um dos nossos diferenciais.

Contando com diversos colaboradores em regiões estratégicas do país, temos nos empenhado para melhorar cada vez mais a página - que , aliás, já sofreu até ameaças de processo por conta de alguns assuntos polêmicos comentados ou revelados com exclusividade. Não arredamos o pé. Afinal, a manifestação de pensamento é garantida pela Constituição brasileira.
----

Curiosidade mata

Recebi e-mail em nome de um amigo com a seguinte mensagem: "Prezado  e conspícuo conterrâneo, envio-lhe detalhes da mais autêntica forma de orgasmo virtual já inventada pelo homem. Esta verdadeira maravilha do século XXI dispensa os tradicionais métodos para atingir aquele momento tão sublime. Aceite minhas considerações de sempre. Abraços fraternais."

Sem querer, ou quase querendo, cliquei no link sugerido. Não passava de alarme falso. Era um baita 'cavalo de troia' que saltou fumegante apagando importantes arquivos digitais e travando o 'com puta dor' já demasiadamente lento deste aprendiz de escriba.

Da série - Cenas Urbanas

Em um sebo no centro de Belo Horizonte encontramos várias raridades sonoras nas prateleiras. Numa delas, o seguinte aviso: "Só divas da MPB". - Não posso perder, pensei. Qual não foi a surpresa, porém, ao ver lado a lado com discos de Elis Regina, Nana Caymmi, Dolores Duran, Elizeth Cardoso e outras notáveis intérpretes da nossa música, um vinil de uma tal de "Xuxa"? Não me contive! Chamei o dono do estabelecimento e questionei-lhe: - onde está a "divindade" dessa coisa? Olhos arregalados, o comerciante retrucou: - Mas os baixinhos gostam!
----

Nada pior do que entrar em algum estabelecimento para comprar, pagar ou simplesmente olhar determinada mercadoria e algum funcionário vir logo com aquela perguntinha cretina: "Posso ajudar?" Ora, seria mais sensato trocar tal questionamento por algo do tipo: "Se for preciso é só nos avisar". "Possa ajudar" soa como meio humilhante, como se estivéssemos a pedir favor. Afinal, o estabelecimento precisa mais do cliente e não o contrário. Dá vontade de mandar pra PQP!
----

Pesquisa feita por um grupo de estudantes de comunicação nas ruas de Juiz de Fora revela: As prostitutas são mais respeitadas e confiáveis do que os políticos brasileiros. "Elas não costumam ser tão desonestas, nem tampouco fazem promessas que jamais serão cumpridas", disse um entrevistado. "Se uma meretriz afirma que vai caprichar na barba, cabelo e bigode qualquer um pode acreditar. É tiro e queda. Sem contar que elas não vivem às nossas custas", vociferou outro transeunte.
----

Certa academia de dança no centro de Juiz de Fora estampa o seguinte aviso na portaria: "Brevemente estaremos ministrando ensinamentos de Kama Sutra. Reserve já sua vaga." Resta saber se as aulas serão teóricas e práticas. Em frente ao local, um ambulante vende latinhas de pomada japonesa. "Olha aí minhas gente. Uma latrinha custa cinco real. Levanu três latra eu faço um preço mais milhô. Só não goza gostoso quem não qué", anuncia com sotaque nordestino.
-----

A rixa de Juiz de Fora com "Belzonte" é antiga. A mais "carioca" das cidades mineiras queria mesmo ser a "capital" do estado em épocas passadas. Como deu com os burros na' água - já que BH foi planejada para isso - ficou essa raiva latente que atravessa gerações. "Belorizonte", onde fica isso? Deve ser uma roça grande e distante da civilização. Nosso negócio é com o Rio de Janeiro", costumam dizer por aqui. Até o sotaque predominante em "Jiz de Fora" faz lembrar o estilo "malandro de boteco", marca registrada de quem nasce na "Cidade Maravilhosa".
----

Frases cabulosas 

"Como diria minha saudosa vovozinha Noel: - Maldita quinta-feira fria e chuvosa que vai me obrigar a beber as seis garrafas de vinho do estoque que eu estava iniciando para o Natal."
Mário Lago Filho, um dos nossos contatos no Facebook
....

"Sabe aquela mulher super equilibrada, que nunca te cobra nada, super segura, nada ciumenta e calma? Conforme-se, prezado transeunte, pois ela tem outro."
Postado anonimamente na internet
....

"Toda mulher séria tem seus momentos de periguetchy. Cuidemo-nos, pois!"
 Parachoque de caminhão com placa de Chifrudópolis (CE)

Fique de malas prontas! Compre sua passagem e concorra a milhas para viajar pelo mundo. Visite o site da Gol Linhas Aéreas e confira as ofertas sensacionais.

A área de informática do Submarino também apresenta os menores preços do Brasil. Visite a galeria.

Informática - Submarino.com.br