quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

"Uai sô, só socê botá o condom. Please!"


Por Marcos Niemeyer
Acompanhe-nos também no Facebook. Clique aqui:
Jazz FM. Música civilizada

>> As prostitutas de Belo Horizonte decidem adotar uma forte estratégia de marketing para impressionar os turistas na Copa de 2014. Essas 'meninas' vão frequentar aulas de inglês para aprender o básico e um pouco mais.

Aliás, de 'língua' elas entendem muito bem. Qualquer dama da noite sabe, por exemplo, que 'condom' significa preservativo. Mas quero assistir de camorote essas distintas que mal sabem falar o português ou o 'mineirês' tentando engabelar, na prática, os gringos branquelões com o indefectível sotaque caipira.

"Uai sô, I'll make a blowjob, but the boot condoms, baby." Ou então, na hora de usar a pomada japonesa: "Cê you vô passô a pomadinha. Gives a taste gostosinho de conchinha, anal e oral bão dimais da conta. Enjoys in my mouth!"

As periguetchys também estão animadas diante da possibilidade de arranhar um outro idioma.

- Agora quero vê os pessoal min chamá de analfabeta, vô aprendê ingreis. Esnobou aquela figura magricela diante do maridão frequentemente traído.

- Uai boba, cê vai vortá a istudá? Eu cá num se alembrava que minha muié era tão intelingente, disse satisfeito o coitado do Zé Mané.

- Larga di cê besta, istrupiço! Sua mulé tá é perparando a piriquita para a Copa. Ou cê nunca orviu aquele proverbo que diz que homi que num trabaia num podi cumê gostoso? Alertou-lhe o vizinho.  
....

Da série - Cenas Urbanas

"Acabo com todos os seus problemas: doença, falta de dinheiro, falta de sorte no amor, desemprego, etc. Fale comigo. Serviço garantido. Fone - XXXXX." O anúncio está impresso em um panfleto distribuído por um pai de santo baiano nas ruas de Juiz de Fora.

Diferentemente dos pastores evangélicos - que só andam em carrões e com a conta bancária cada vez mais recheada - todo pai de santo morre fudido. Vejam o caso de Osias Alves Amorim - o "Painho", que - inspirou, inclusive, o humorista Chico Anysio na criação do personagem "Painho da Bahia".

Em seus últimos anos de vida, Amorim morava em uma pensão de quinta categoria na região central de Governador Valadares, no Leste de Minas. Doente e sem dinheiro, sucumbiu praticamente na miséria.
....

Praça da Estação, no Centro Histórico de Juiz de Fora


A bela imagem mostra um conjunto de lampiões seculares dos muitos ali instalados. Abandonado pelo poder público, porém, o local transformou-se em um antro de prostituição, mendicância, tráfico de drogas e todo tipo de violência, apesar do posto policial que funciona em seu entorno. A revitalização da praça nunca saiu do papel e da conversa fiada das autoridades.

A mais 'carioca' das cidades mineiras, também sofre com a falta de segurança generalizada. As praças estão sujas, as ruas esburacadas e o trânsito cada vez mais caótico.

A mídia evita falar sobre essas e outras dezenas de mazelas. Afinal, o dinheiro compra quase tudo. Os jornais e as emissoras de rádio e TV só tecem elogios aos administradores do município.
....

Cumequié?

E já estão anunciando por aí que o tal do 'Feiceboquete' tornou-se um lugar de tanta reclamação que a frase "No que você está pensando?" - localizada na parte superior da página - vai ser substituída por "O que foi agora?"
.