domingo, 21 de abril de 2013

'Fogo' à vista no quartel dos Bombeiros


Por Marcos Niemeyer
mniemeyer50@hotmail.com
Jazz FM. Música civilizada


>> A imagem do Corpo de Bombeiros - instituição entre as poucas que merecem admiração e respeito da opinião pública brasileira - acaba de ser abalada diante da descoberta de que as as noites em um quartel da corporação, em Nova Iguaçu, no Rio, vinham 'pegando fogo' ultimamente.

Conforme noticiado pela imprensa, um cabo e um sargento dos bombeiros resolveram transformar a referida unidade em cenário de orgias sexuais com um casal que conheceram através da internet - (novamente ela!).

Na calada da noite, o quarteto vinha pintando e bordando com suas aventuras carnais no pátio do quartel. Imagens em que aparecem cenas de sexo explícito, tendo como cenário viaturas do Corpo de Bombeiros, foram postadas em um site pornô.

Na página, o cabo é denominado "bombeiro bem dotado". O sargento, por sua vez, garante que jamais participou das surubas. "Eu apenas ficava vigiando para que eles não fossem descobertos". A versão dele é tão verdadeira quanto dois mais dois são cinco.

Em outra cena, no mesmo local, a mulher aparece com o traseiro virado para a lua em cima de uma escada Magirus (comprada com o dinheiro dos impostos que pagamos ao governo). Só faltava essa, o contribuinte ter que pagar pela 'phoda' alheia.

E, convenhamos: fazer sexo na tal escada carece de muita disposição física. O equipamento deve balançar mais do que cavalo chucro. Se bem que na Bahia as periguetchys praticam Kama Sutra de pé na rede amarrada entre dois coqueiros.

Em depoimento prestado  pelo cabo 'bem dotado' aos seus superiores hierárquicos, ele disse que “sempre teve uma conduta ilibada dentro do quartel, fato este comprovado através de seus assentamentos durante esses quase quatro anos” que faz parte da corporação. 

Cara de pau, ele pede que, caso seja penalizado, sua pena seja amenizada “por ter contribuído com a administração pública”. Só não conseguiu explicar que tipo de colaboração vinha prestando em nome da corporação.

Relaxe, caro internauta; outro caso envolve dois sargentos do Corpo de Bombeiros carioca. A dupla foi presa após ser denunciada de estuprar uma adolescente de 13 anos em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Os acusados eram lotados no quartel da Gávea, Zona Sul do Rio.

Um deles, Marcelo da Silva Lima, de 43 anos, é casado com a tia da vítima. O sujeito prometia se separar da mulher para assumir o namoro com a menina. Como não cumpriu a promessa, a garota resolveu botar a boca 'inocente' no trombone.

Truculento, Marcelo vinha ameaçando a jovem para faltar às aulas e ir com ele para a gandaia. Em um vídeo feito pelos militares, a garota aparece fazendo cena de sexo oral com a dupla.

Como se observa, os militares responsáveis pelas orgias sexuais devem mesmo ser responsabilizados por suas atitudes descontroladas. Todavia, está provado que as mulheres modernosas não são mesmo flor que se cheire. Afinal, quando um não quer dois não brigam... ou não fazem sexo. As ninfomaníacas não pensam assim.

Os dois episódios ocorridos no Rio revelam um fetiche de muitas mulheres em relação a homens fardados. Nos sex-shops, a fantasia de bombeiros só perde para a da Marinha e da Polícia Militar. É difícil apagar o fogo delas.