sábado, 17 de agosto de 2013

Mestre da MPB é homenageado na Nova Virtual FM


Por Marcos Niemeyer


>> A programação deste sábado (17), na Nova Virtual FM é totalmente dedicada ao cantor e compositor Paulinho Tapajós, uma das maiores referências da MPB.

O artista é autor de centenas de conhecidas canções, incluindo várias melodias compostas ou gravadas com outras importantes figuras que contribuíram para engrandecer a essência da verdadeira cultura musical do país.

Se o grande público conhece apenas “Andança”, imortalizada na voz de Beth Carvalho, “Sapato Velho”, com o Quarteto em Cy ou com o grupo Roupa Nova, precisa ouvir outras impagáveis letras singelas, amorosas, controvertidas, desafetas ou que simplesmente flanam sobre a Bossa Nova – icônico movimento artístico surgido no final da década de cinquenta, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, que viria tornar conhecida e respeitada a música brasileira de qualidade nos quatro cantos do planeta.

Numa tarde de sol das mais inspiradas na década de setenta, Paulinho compôs, ao lado de Alberto Rosenblit, algo que apenas os iluminados autores melódicos conseguem fazer:

Beco das Garrafas (impagavelmente interpretada por Zélia Ducan)

"Só eu sei porque
Morro de prazer
Caminhando nas calçadas da Duvivier
Volto a respirar

As canções do Beco de lá
Lembro a matinê
Volto a imaginar
Dá pra ouvir até o som da música no ar

De Do Um Romão
De Tião, Gusmão, de João
Eu chego a pensar que a vida
Fez o Beco sem saída

Querendo esconder
Canções imortais
Ciúmes demais, sei lá
Eu chego a pensar que a vida

Fez o beco sem saída
Pra nada passar
Pra ninguém fugir
Pro tempo parar

Lembro de você
Morro de prazer
Caminhando nas calçadas da Duvivier"