sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Sem Paulinho Tapajós, a MPB jamais será tão autêntica


Por Marcos Niemeyer
mniemeyer50@hotmail.com
cacarejadavirtual


>> Foi com muita tristeza que o Brasil recebeu a notícia sobre a morte, no Rio de Janeiro, nesta sexta-feira (25), do compositor Paulinho Tapajós, um dos nomes mais importantes da MPB. O artista, de 68 anos, lutava contra um câncer há quase uma década.

Autor de clássicos antológicos a exemplo de "Andança", "Sapato velho", "Irmãos coragem", "Cantiga por Luciana" e "Beco das Garrafas", entre outros, Paulinho era irmão da cantora Dorinha  com quem gravou o compacto "Paulinho e Dorinha", em 1972 —  e do compositor Maurício Tapajós.

Amicíssimo da produtora artística Christiane Medeiros, concedeu-lhe recentemente entrevista exclusiva para o nosso blog Cacarejada Virtual. Reveja:

Em agosto deste ano, ao completar 68 anos, o compositor foi homenageado na Nova Virtual FM  por Christiane. Na embrionária emissora online, ela programou nesta data 24 horas por dia somente com as melodias compostas por Paulinho e seus parceiros musicais. A abertura da programação foi feita de viva voz pela própria produtora, irmã do cantor Paulo Ricardo. Clique no play para ouvir.



Christiane havia criado, também, uma página no Facebook em homenagem ao compositor. No referido espaço virtual, foram postados vídeos, imagens, depoimentos exclusivos e letras compostas pelo relevante artista.

Itatiaia FM destaca a importância do artista



Convidado pela coordenação da Itatiaia FM de Juiz de Fora, fiz um depoimento sobre a obra de Tapajós numa das edições jornalísticas da emissora. A repercussão foi imediata, com centenas de ouvintes querendo saber mais detalhes sobre a trajetória do compositor.

O artista deixa um legado inestimável para a história da MPB. Neste vídeo, produzido por Christiane Medeiros, a cantora Zélia Duncan faz uma interpretação magistral de o “Beco das Garrafas” — de Paulinho Tapajos II e Alberto Rosenblit.

Para quem não sabe ou apenas esqueceu, o Beco das Garrafas, na rua Duvivier, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, é a origem da Bossa Nova.

Por lá, circulavam entre noitadas e “12 Year”, Tom Jobim, Vinicius, Edu Lobo, Elis Regina, João Gilberto, além de Tapajós e Rosenblit, entre outros importantes nomes da MPB. A poética melodia “Beco das Garrafas” é para se ouvir de joelhos.
.