sexta-feira, 15 de julho de 2016

Não é assim que a banda toca


Por Marcos Niemeyer
mniemeyer50@hotmail.com
novavirtualfm.com
facebook/


>> Se para ser "culto" e "avançado" for preciso concordar com cenas de sexo na TV, ainda mais com o objetivo de anabolizar relações homossexuais, confesso que vivo na idade da pedra lascada. As imagens de sexo entre dois homens levada ao ar recentemente pela Rede Goebbels numa de suas famigeradas novelas deveria ter sido evitada pela emissora.

Condeno a homofobia (afinal, cada um faz da sua vida o que bem entende e ninguém tem nada com isso). No entanto, ninguém é obrigado a achar normal imagens como essas através de um meio de comunicação criado com o objetivo de divulgar cultura e entretenimento sadio.

Sabe-se que no meio artístico é comum práticas homoafetivas, mas é inaceitável forçar a barra com esse tipo de comportamento diante da população com o falso argumento de que a sociedade brasileira precisa se "modernizar".

Parece que a Rede Goebbels não percebe que o "tiro" pode sair pela culatra, ou seja, quem é contra vai ficar ainda mais inflamado diante desses gritantes despropósitos. Afinal, como os pais vão explicar para seus filhos pequenos algo dessa natureza que a TV faz questão de exibir?

Cenas de sexo, sejam ou não homossexuais, deveriam ficar restritas às telas dos cinemas especializados no tema e em DVDs, onde há mais possibilidade de controle por parte dos pais. 

No meio dessa barulheira, os jornais e a internet divulgam que a primeira cena de sexo entre homens na TV brasileira é "elogiada" na internet, tentando passar falsa impressão sobre o caso. A informação é duvidosa e tendenciosa.

Não é à toa que maioria da população brasileira condena tais atitudes da emissora dos Marinho. Faça, internauta, sua própria pesquisa entre amigos e demais contatos para ver o resultado. O fato em questão é mais um desserviço que a Globo presta à sociedade brasileira.

Não bastasse o jornalismo manipulador e mentiroso da emissora, sua teledramaturgia se faz repleta de bandidagem, golpes, traições, adultério, sexo explícito e todo tipo de violência contra milhares de telespectadores.
.