segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Uma boa dica para quem visita o Rio


Por Marcos Niemeyer
mniemeyer50@hotmail.com


>> Conhecer o Bar Garota de Ipanema (antigo Bar Veloso), que Tom Jobim frequentava, é rota obrigatória para aqueles que querem ver de perto um dos espaços de grande relevância para a história da Bossa Nova. Afinal, "Garota de Ipanema", a melodia brasileira mais conhecida, respeitada e tocada nos quatro cantos do planeta, aqui foi composta há cinquenta anos por Tom & Vinicius.

O bar, que fica no número 49, da Rua Vinicius de Moraes, em Ipanema, na Zona Sul carioca, tem um chope geladíssimo e uma picanha na brasa acima de qualquer suspeita. Outro ponto frequentado por Tom, que  se estivesse vivo teria completado noventa anos no dia 25 de janeiro passado, era a Padaria Século XX, na Rua Von Martius, no Jardim Botânico, em frente ao prédio da Rede Globo.

Quando morava na Gávea, e se a fase era de inspiração, o maestro passava um dia sim e outro também pelo estabelecimento portando um garrafão de vinho e pedia ao Armando Ascenção, dono da padaria, pra que abastecesse o vasilhame com um chope "orquestradamente gelado" para colocar junto ao indefectível piano.

Certa vez, ao saber que um cheque de Charles Chaplin havia sido leiloado por uma fortuna, Tom pagou a despesa ao comerciante com um cheque de 100 mil cruzeiros, na época algo em torno de 10 dólares. "Pega essa relíquia porque um dia valerá milhões." No dia oito de dezembro de 1994, o maestro morreu de parada cardíaca após a retirada de um câncer na bexiga, em Nova York. Até hoje, o comerciante guarda o cheque a sete chaves. "Talvez um dia eu faça o leilão, não foi ele quem sugeriu?".

O legado de Tom Jobim ultrapassa as fronteiras da música. O grande artista deixou incontáveis textos, partituras e desenhos. Todo esse material foi reunido pelo Instituto Antônio Carlos Jobim (IACJ):  — e está disponível para consulta gratuita no formato de acervo digital Portal Jobim. A página iniciou o processo de digitalização em 2001.

O objetivo era edificar um espaço virtual que permitisse ao transeunte navegar pelas obras e registros que compuseram a vida do maestro. São quase dez mil itens, entre os quais músicas e vídeos que podem conferidos online, arquivos escolares, certificados, reportagens feitas a seu respeito e fotos pessoais. O Instituto Antônio Carlos Jobim fica na Rua Jardim Botânico, no bairro do mesmo nome, na Zona Sul do Rio. Dispensável dizer que vale a pena visitar também o referido ambiente.
.