quarta-feira, 14 de março de 2018

O 'Conto do Amor'


Por Marcos Niemeyer
bcmniemeyer@gmail.com


>> Uma moradora da cidade baiana de Alagoinhas, a cerca de 120 quilômetros de Salvador, caiu no "Golpe do amor", modalidade criminosa que tem crescido nesses últimos tempos diante da popularização das redes sociais. A mulher, que pediu para não ter a identidade revelada, contou ao site "Luciano Reis Notícias", que conheceu o golpista através de um site de relacionamentos e com ele passou a manter frequentes contatos.

Conversa vai, conversa vem e já com a distinta "cega de amor", o cabra pediu pra que a mesma depositasse "emprestado" a quantia de dois mil reais em sua conta, já que com o dinheiro pegaria um voo em São Paulo, onde disse que morava e viajaria até a Bahia, pois seu sonho era "conhecê-la pessoalmente".

Para convencer a mulher, o bandido disse que trabalhava numa plataforma de petróleo em alto-mar, mas que no momento estava desempregado. Acreditando na conversa, a mulher que é pensionista, depositou o dinheiro na conta do falsário. Combinaram, então, o encontro.

"Vou pegar o avião aqui e em instantes chego aí na Bahia", disse o pilantra na mensagem pela internet. Achando que finalmente tinha encontrado o seu "príncipe encantado", a sonhadora foi ao salão de beleza e deu uma investida no visual, botou o melhor e mais bonito vestido rendado que possuía, perfumou-se da cabeça aos pés e partiu ansiosa na noite do último domingo (11), em direção ao Aeroporto Internacional de Salvador pra aguardar a suposta chegada do homem.

Desce avião, sobe avião e nada do sujeito, que dizia estar "gamado" por ela, dar as caras. Desesperada, a dona ligou pro celular do infeliz, enviou mensagens nos e-mails e WhatsApp e nenhum um sinal do dito-cujo. Ato contínuo, resolveu dar um play no desconfiômetro percebendo que tinha caído numa cilada."Espero que outras mulheres evitem esse tipo de relacionamento pela internet", desabafou a vítima desconsolada ao Luciano Reis Notícias.
....

RICARDÃO ENTRA EM CENA & PIRA A CUCA DE NAMORADO APAIXONADO

Num programa de FM na chuvosa e invernosa Juiz de Fora, onde um psicólogo esclarece dúvidas de ouvintes sobre diversos temas que afligem a cuca, um cabra ligou apavorado dizendo que soube através de "fontes seguras" que havia sido traído pela namorada durante uma viagem a trabalho onde ficou três meses longe da distinta.

"Ela mesma confessou e disse que fez até sexo anal com o amante, Doutor! Eu, ela nunca deixou nem chegar perto da coisa. Tô perdido, sem saber que rumo tomo. O pior é que eu amo a cachorra", desabafou. Após uma série de argumentações acadêmicas e científicas (que ninguém entendeu bulufas), finalmente o especialista disse sem mais delongas que "todos nós corremos o risco das traições. Com maior ou menor grau de intensidade".

.
.
.